GrooveMix # 2 Ao Vivo



Últimas Execuções

Carregando ...

domingo, 18 de maio de 2014

Discografia: Sharon Redd

Ano: 1978
Título: Sharon Redd, Ula Hedwig &
Charlotte Crossley: Formerly Of The Hartletts
Gravadora: CBS
Formato: LP
A1.  Can't Dance (Dance, Dance, Dance) (5:30)  
A2.  Ain't No Man Worth It (5:20) 
A3.  Cash In (5:22) 
A4.  Maiden Voyage (9:40)
B1.  Roll Me Through The Rushes (6:09) 
B2.  Put It Where You Want It (4:50) 
B3.  Does Your Mama Know About Me (4:53) 
B4.  Now (Sweet Lover Man) (7:11)
Ano: 1980
Título: Sharon Redd
Gravadora: Prelude
Formato: LP
A1.  You Got My Love (5:52)
A2.  Can You Handle It (6:26)
A3.  It's A Lie (5:40)
B1.  Try My Love On For Size (5:06)
B2.  Leaving You Is Easier Said Than Done (3:51)
B3.  Love Is Gonna Get Ya (4:56)
B4.  You Stayed On My Mind (5:38)
Ano: 1982
Título: Redd Hott
Gravadora: Prelude
Formato: LP
A1.  Never Give You Up (7:00)
A2.  You're The One (6:20)
A3.  Send Your Love (6:57)
B1.  Beat The Street (5:40)
B2.  In The Name Of Love (6:30)
B3.  Takin' A Chance On Love (5:02)
B4.  We're Friends Again (4:43)
Ano: 1983
Título: Love How You Feel
Gravadora: Prelude
Formato: LP
A1.  Activate (8:30)
A2.  You're A Winner (6:40)
A3.  Got Ya Where I Want (7:26)
B1.  Liar On The Wire (5:18)
B2.  Sweet Sensation (6:30)
B3.  Somebody Save The Night (6:55)
B4.  Love How You Feel (4:06)

Nascida em “Norfolk”, na “Virginia”, em dezenove de outubro de 1945, “Sharon Redd” é filha de “Ford Carolyn” e “Gene Redd”, diretor e produtor da “King Records”. A ligação familiar com a música não parou aí. O irmão foi compositor do “Kool & The Gang”, o padrasto fez parte da Orquestra de “Benny Goodman” e a irmã é “Pennye Ford”, cantora também conhecida nas pistas de dança.

Em 1968 gravou, pela “United Artists”, quatro músicas, “Half As Much”, “Do You Want Me”, “I’ve Got A Feeling” e “Since I Lost You” escritas e compostas por “Bobby Susser”.

Integrou a versão Australiana do musical “Hair” de 1969 até 1971 em companhia da cantora “Marcia Hynes”.


Em 1973, com a saída de dois integrantes da banda de “Bette Middler”, “Sharon Redd” se candidatou à vaga de “Backing Vocal” juntamente com outros setenta cantores, e apesar da concorrência, tornou-se um das “Harlettes” de “Middler”. Neste mesmo período, atuou como “Backing Vocal” de diversos artistas como “Carol Douglas” e “Norman Connors”.

Ao deixarem a banda de “Bette Midller”, “Sharon Redd”, “Ula Hedwig” e “Charlotte Crossley” lançaram, no final de 1977, o álbum “Formerly Of The Harlettes” pela gravadora CBS. Este trabalho rendeu dois “Singles” com a produção de “David Rubinson”, “Can’t Dance” e “Maiden Voyage”.

Já em 1979, ainda no auge de era “Disco”, emprestou sua voz ao grupo “Front Page” na música “Love Insurance”, destaque da “Panorama Records”, que abriu caminho para a assinatura de contrato com a “Prelude Records”.

Na “Prelude” gravou apenas três discos, o suficiente para se tornar a mais bem sucedida artista do selo. O disco de estreia “Sharon Redd”, em 1980, saiu com a produção de “Willie Lester” e “Rodney Brown”. Os destaques foram “You got My Love” e “Can You Handle It”. O álbum ainda conta com a participação de “Bobby Thurston” no “Backing Vocal”.


O ponto forte da carreira aconteceu com o lançamento de “Red Hott” em 1982. Com a produção de “Eric Matthew” e “Darryl Payne” o disco destacou “Beat The Street”, “In The Name Of Love” e “Never Give You Up”.

O terceiro e último álbum, “Love How You Feel”, lançado em 1983, trouxe as tradicionais sete faixas, sendo produzido apenas por “Eric Matthew”. Os destaques ficaram com “Love How You Feel” e “Somebody Save The Night”.

Após essa bem sucedida fase, “Sharon Redd”, retomou seu trabalho como “Backing Vocal”, trabalhando ao lado de “Luther Vandross” e “Jocelyn Brown”.

Gravou ainda dois “Singles”, “Undercover Girl”, em 1985, e “Second To None”, em 1988.

Em 1989 participou do projeto “Larry Joseph & The Science”, com o próprio “Larry Joseph”, “Leroy Burgess” e “Fonda Rae", lançando os “Singles” “Feeling That Sound Effect”, “Believe In Your Heart” e outras seis faixas que fizeram parte do “EP” de 1990.


“Sharon Redd” faleceu, em primeiro de maio de 1992, devido a complicações relacionadas a AIDS. Desde então seus álbuns passaram a ser verdadeiras relíquias para os colecionadores.

O CD “Sharon Redd Essential Dance Floor”, lançado em 1994, se tornou um dos mais vendidos do selo “Deepbeats”.