GrooveMix # 2 Ao Vivo



Últimas Execuções

Carregando ...

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Discografia: Cheryl Lynn

Ano: 1978
Título: Cheryl Lynn
Gravadora: Columbia
Formato: LP
A1.  Got To Be Real (5:10)
A2.  All My Lovin' (4:50)
A3.  Star Love (7:23)
A4.  Come In From The Rain (3:32)
B1.  You Saved My Day (4:25)
B2.  Give My Love To You (3:34)
B3.  Nothing You Say (3:58)
B4.  You're The One (4:09)
B5.  Daybreak (Storybook Children) (3:43)
Ano: 1979
Título: In Love
Gravadora: Columbia
Formato: LP
A1.  I've Got Faith In You (4:39)
A2.  Hide It Away (4:33)
A3.  Feel It (5:04)
A4.  In Love (5:56)
B1.  Keep It Hot (5:24)
B2.  I've Got Just What You Need (3:52)
B3.  Love Bomb (4:08)
B4.  Chances (4:10)
B5.  Don't Let It Fade Away (5:12)
Ano: 1981
Título: In The Night
Gravadora: Columbia
Formato: LP
A1.  Shake It Up Tonight (5:41)
A2.  Show You How (4:06)
A3.  In The Night (4:27)
A4.  Hurry Home (4:29)
B1.  I'm On Fire (4:22)
B2.  With Love On Your Side (4:22)
B3.  If You'll Be True To Me (4:06)
B4.  What's On Your Mind (4:06)
B5.  Baby (4:21)
Ano: 1982
Título: Instant Love
Gravadora: Columbia
Formato: LP
A1.  Instant Love (5:12)
A2.  Sleep Walkin' (6:27)
A3.  Day After Day (4:36)
A4.  Look Before You Leap (4:04)
B1.  Say You'll Be Mine (5:07)
B2.  I Just Wanna Be Your Fantasy (4:04)
B3.  Believe In Me (3:24)
B4.  If This World Were Mine (5:27)
Ano: 1983
Título: Preppie
Gravadora: Columbia
Formato: LP
A1.  Encore (5:20)
A2.  Fix It (4:02)
A3.  Fool A Fool (3:50)
A4.  This Time (4:26)
A5.  Change The Channel (3:15)
B1.  Preppie (4:08)
B2.  Love Rush (4:16)
B3.  No One Else Will Do (4:46)
B4.  Free (4:40)
B5.  Life's Too Short (5:07)
Ano: 1985
Título: It's gonna Be Right
Gravadora: Columbia
Formato: LP
A1.  Fidelity (4:50)
A2.  Fade To Black (6:32)
A3.  Love's Been Here Before (3:18)
A4.  It's Gonna Be Right (4:02)
B1.  Let Me Love You (5:50)
B2.  Find Somebody New (4:06)
B3.  Loafin' (5:15)
B4.  Slipped Me A MIckey (4:18)
B5.  Tug O' War (4:57)
Ano: 1987
Título: Start Over
Gravadora: Manhattan
Formato: LP
A1.  New Dress (5:14)
A2.  Don't Bury Me (5:10)
A3.  Don't Run Away (5:15)
A4.  Start Over (5:49)
B1.  No Curfew (4:42)
B2.  If You Were Mine (5:05)
B3.  Just Another Pretty Face (4:51)
B4.  Everyday (4:28)
B5.  Married Man (4:28)
Ano: 1989
Título: Whatever It Takes
Gravadora: Virgin
Formato: LP
A1.  Upset (6:23)
A2.  Every Time I Try To Say Goodbye (5:01)
A3.  Whatever It Takes (5:19)
A4.  Good For Me (5:27)
B1.  Overworked 'N' Underloved (5:04)
B2.  I Surrender (5:07)
B3.  Most Of All (4:30)
B4.  The Bottom Line (4:23)
Ano: 1995
Título: Good Time
Gravadora: Avex Trax
Formato: CD
1.  Don't Wanna Be Mistreated (4:54)
2.  Good Time (5:15)
3.  Ain't Gonna Worry Me (5:30)
4.  If You Feel (5:22)
5.  Take Me For A Ride (6:06)
6.  Guarantee For My Heart (5:41)
7.   All My Loving (5:36)
8.   So Sweet (4:39)
9.   I Forgot (5:03)
10. Never Thought It Would Rain (5:52)
11. Got To Be Real '95 (5:10)
12. Renegade (5:41)

Lynda Cheryl Smith nasceu dia 11 de março de 1957, em “Los Angeles” na “California”. Começou a cantar ainda garotinha no coral de sua igreja. Iniciou sua vida profissional em 1976. Ganhou um episódio do “Gong Show”, interpretando “You Are So Beautiful” de “Joe Cocker” e foi contratada naquele ano como “Backing Vocal” da turnê nacional “The Wiz” pelo período de seis meses. 

Em 1978, assinou contrato com a gravadora “Columbia” e lança seu principal “Single” “Got To Be Real”, numa parceria com “David Paich”. A música atinge a décima segunda posição no “Hot 100” e primeira posição na parada de “R & B” da revista norte americana “Billboard”. O álbum intitulado “Cheryl Lynn”, com a produção de “Paich”, vendeu mais de um milhão de cópias e chegou a vigésima terceira posição do “Top 200” da “Billboard”. Este álbum também destacou “Star Love”, sucesso nas discotecas da época. Ainda em 1978, foi convidada a participar da faixa “Georgy Porgy” no disco do grupo “Toto”. A faixa, apesar do sucesso do grupo “Toto” ser absoluto, ajudou ainda mais na divulgação da carreira de “Cheryl Lynn”. 


O álbum “In Love” de 1979, não alcançou o sucesso de execução desejado, algumas faixas como “Keep It Hot” e “I’ve Got Faith in You”, foram destaque apenas nas pistas de dança.  

Em 1981, “Ray Parker Jr” produziu “Shake It Up Tonight”, grande sucesso nas paradas de “R & B” e faixa do disco “In The Night”, o terceiro de sua carreira.  No ano seguinte, “Luther Vandross” foi convidado a produzir o quarto trabalho “Instant Love”. Os destaques nesse álbum ficam por conta da faixa título “Instant Love”, “Say You’ll Be Mine” e o dueto com “Luther Vandross”, “If This World Were Mine”, uma regravação do clássico interpretado por “Marvin Gaye” e “Tammi Terrell”. 

Em 1983, a cantora produz o álbum “Preppie”. A única exceção foi a faixa “Encore”,  produzida pela dupla de “Minneapolis”, “Jimmy Jam” e “Terry Lewis”, que alcançou a primeira posição na parada de “Rhythm & Blues’ naquele ano, sendo o segundo single de “Lynn” no topo da parada. 


Os álbuns seguintes, não atingiram a crítica da forma esperada. Em 1985 "It's Gonna Be Alright", destacou "Fidelity". "Star Love", em 1987, teve "New Dress" e "If You Were Mine". Já em 1989, "Whatever It Takes" destacou a faixa título do disco.

“Cheryl” começou a década de 90 sem obter muito sucesso, fez participações nos discos de “Richard Marx” e “Luther Vandross” até que em 1996 lançou “Good Time”, com a produção de “Teddy Riley”. O álbum foi lançado no Japão,  no Reino Unido, e o curioso é que saiu nos Estados Unidos como um disco importado, destacou a faixa “Guarantee For My Heart”. 

Ainda em 1996, a “Sony Records”, em parceria com a “Legacy”, lança “Got to Be Real - The Best Of Cheryl Lynn”, compilação que inclui as melhores gravações da “Columbia Records” . Também foi lançado, “The Real Thing”, que incluiu gravações de “Lynn” nos seis primeiros álbuns.  


Na virada do milênio “Cheryl” excursionou pelo Japão e realizou diversos shows nos Estados Unidos” e em 2004 lançou a faixa “Sweet Kind Of Life”, escrita por “Jimmy Jam” e “Terry Lewis” para a trilha sonora da animação “Shark Tale”. Em 23 de maio de 2005, a música “Got To Be Real” foi incluída no “Dance Music Hall Of Fame” e hoje, “Lynn”é considerada uma referência para as novas cantoras de “Rhythm & Blues”.